casa Aldeia do Freixo

_ em construção

Na paisagem alentejana encontramos uma pequena aldeia envolvida por uma vegetação de prados com sobreiros e oliveiras. O terreno contem uma pequena casa de piso térreo com duas águas na cobertura e escassa fenestração.

O terreno desenvolve-se de forma descendente, a casa emerge ao fundo do terreno e remata no ponto mais baixo de toda a área do terreno.  Um extenso prado liga estas duas cotas.

Pretende-se reconstruir esta pré-existência e aumentar a sua área para podermos incluir os espaços funcionais necessários. Propõe-se prolongar a volumetria existente, que delimita o terreno, acompanhando o contorno com o terreno vizinho. Criam-se dois volumes contíguos que são interrompidos por um pátio com uma árvore ao centro. No limite o volume solta-se do solo e apenas a cobertura se mantém para resguardar uma zona alpendrada exterior que fica contígua à piscina com a forma de um tradicional tanque de rega. Do ponto de vista dos espaços funcionais separámos a área privada com 3 quartos e cozinha, no primeiro volume, da área social com salas de estar e de jantar, no segundo volume, ligados entre si por um corredor que corresponde também à entrada principal da casa e à ligação ao pátio.

Todo o conjunto edificado é revestido a argamassa à base de cal nas paredes e a telha de canudo tradicional na cobertura. A côr do prado nos meses de calor foi a côr eleita para caracterizar todo o edificado uniformizando a imagem global natureza/construção.  Como excepção, o aglomerado negro de cortiça reveste um pilar na zona alpendrada simulando a suspensão da cobertura e dotando a casa de um toque de contemporaneidade, assim como o desenho de generosos vãos rasgados quer na vertical quer na horizontal destes dois volumes. No interior a escala é generosa pela água inclinada da cobertura e os longos vãos que permitem vislumbrar a paisagem. Todo o espaço interior estabelece continuidade com o revestimento exterior criando um todo harmónico.

 

Co-autoria (projeto de licenciamento): Célia Faria

Colaboração: Pedro Tomé

Área de Intervenção: 362 m2

Cliente: Privado

Datas: 2015 - 2019

Fotografia: BICA Arquitectos

Local: Aldeia do Freixo - Redondo