casa Herdade da Aroeira

_ em construção

O objetivo principal deste projeto, partindo dos princípios geradores deste loteamento, foi o de promover a máxima integração da edificação na paisagem de pinheiros.

Assim, propomos uma Moradia de piso térreo, com orientação a sudoeste, cujo revestimento se assemelha à casca de pinheiro, onde integramos as áreas de sala, cozinha, lavabo e quarto, com Instalação sanitária. Deste piso acedemos a um piso inferior enterrado para arrumos e a um piso superior onde se instalam a suite e 2 quartos com Instalação sanitária. Este piso tem uma volumetria reduzida, porque mergulha no piso térreo, de modo à sua melhor integração na envolvente e os alçados envidraçados de modo a que a paisagem circundante faça parte e enriqueça visualmente todos os espaço interiores.

A vontade de estabelecer continuidade visual com a envolvente está presente no revestimento a casca de pinheiro (embora seja uma simulação) de todo o volume da casa que suspende uma grande laje branca de cobertura. O piso superior submerge no piso térreo através de dois grandes volumes suspensos interrompidos pela escada interior. No exterior a sua volumetria reduzida constitui-se como uma grande clarabóia totalmente revestida a vidro que reflecte e espelha as copas dos pinheiros que a envolvem. 

 

Colaboração: Marco dos Santos, Liliana Nóbrega, Pedro Tomé

Engenheiro Estrutural: Luís Faria

Área de Intervenção: 300m2

Cliente: Plínio Miguel Marques | Cristina Pereirinha

Datas: 2015 - 2018

Fotografia: Bica Arquitectos